sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Qual o propósito do Culto?

Olá,

Graça e paz querido(a) amigo(a).

Hoje tenho um tema super importante para tratar com você.

É urgente que esse assunto seja discutido e debatido, pois vivemos um momento de profundas mudanças sociais e políticas no Brasil e no Mundo. Onde muitas pessoas (até sinceras) estão deixando a comunhão do Cristo, iludidas por movimentos como os "Desigrejados" que tentam viver o evangelho de Jesus Cristo sozinhos.

Acredite fosse a vontade de Deus para nós sermos servos solitários, vivendo o evangelho de forma autônoma  do corpo de Cristo, Ele mesmo teria nos ordenado isso em sua Palavra.

Por isso sinto que é ainda mais urgente falar sobre a atividade mais conhecida(comum) de uma igreja, que é o Culto.

Culto: "Cerimônia religiosa na maioria das igrejas protestantes."
Uma das difinições do Dicionário Michaelis para Culto.

Essa definição, embora correta, está longe de expressar o que é, e qual o propósito real de um Culto/Reunião evangélica.

O Culto é o ajuntamento dos crentes no nome de Jesus. Quando dois ou mais crentes se reunem como Igreja seja em casa ou no templo, o culto acontece.

O culto nesse sentido (ajuntamento/reunião) é para Deus, mas também é para as pessoas.

Embora tenhamos a intensão (geralmente sincera) de prestar culto a Deus. Com louvores, glorificação, etc. Mesmo quando queremos mostrar nossa gratidão a Deus em um culto. Por maior que seja nossa expressão de fé e devoção, sempre saímos do culto (quando legitimo/sincero) com a impressão de recebemos muito mais, do que aquilo que entregamos.

Parece que por mais que tentemos, sempre que nos reunimos Deus nos dá mais motivos para retornar agraciados a sua presença na comunhão de Sua Igreja. Por que?

E grande parte porque sua Palavra determinou o derramar das suas bençãos onde há comunhão. Salmos 133

Deus em sua infinita sabedoria e multiforme graça, nos constitui igreja (corpo de Cristo) para que juntos sejamos aperfeiçoados. E o culto é (na minha opinião) o principal meio pelo Deus edifica sua igreja, aperfeiçoa os santos e fortalece seu povo.

Seria extremamente triste, pesado e infeliz, ter de servir a Deus sozinho - não existem "lobos solitários" servindo a Deus - mas Ele preferiu exortar-nos a comunhão, a unidade da fé, de gênesis à apocalipse o povo de Deus é sempre comparado a um rebanho (coletividade / comunhão), é meio que foi preparado para abençoar cada um de nós.

Então o Culto não apenas expressa glória ao Pai, mas também manifesta a glória do Pai a cada um de nós.

Vejamos o que a palavra nos fala sobre o culto:

"Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação."
1 Corintios 14:26

Que fareis pois, irmãos?
Após expor alguns argumentos sobre a ordem no Culto, o Apóstolo Paulo lança essa pergunta, como que antecipando o questionamento dos irmãos de Corinto. Que estavam sendo orientados acerca do culto. "Como faremos o culto? Como deve ser o culto? O que é então o culto?" são as prováveis perguntas antecipadas pelo apostolo ao fazer sua interpelação: "Que fareis pois, irmãos?"

O mesmo ainda se aplica a nós, diante do que temos falado acima. E a resposta está entregue pelo próprio Apóstolo.

Quando vos ajuntais,
Em outras palavras, no culto ou quando se reunirem para cultuar a Deus como Igreja. Esse ajuntamento não é de forma alguma algo meramente ritualístico, apenas para "marcar presença", ou como dizemos no Brasil, para "cumprir tabela", que portanto dispensaria maior atenção ou reverencia. O ajuntamento da igreja para o culto, está colocado aqui como algo concreto, firmado, que deve ocorrer independente do tempo e do lugar. O culto é uma expressão permanente da igreja redimida. Está intrinsecamente ligado ao coração do verdadeiro cristão.
Salmos 27:4

 cada um de vós tem salmo,
Salmo aqui pode ser interpretado como o louvor, canção, poema, consolação, suplicas. Elementos característicos dos Salmos do antigo testamento.


tem doutrina
Tem o ensino, a exortação, a correção, orientação por meio da palavra.
 
tem revelação
Revelação também pode ser compreendido aqui como uma manifestação profética ou profecias. Segundo o que Paulo já lhes havia explicado, um dos objetivos da profecia é revelar o coração dos homens, afim de que esses reconheçam sua necessidade de perdão e se voltem para Deus.

tem língua
 A manifestação dos dons espirituais, especialmente o dom de línguas.


tem interpretação. 
Outra manifestação de dons espirituais. A recomendação do Apóstolo Paulo é que a manifestação de línguas estranhas, seja acompanhada pela interpretação. Afim de que haja entendimento no culto.



A resposta apostólica nos faz considerar que o ajuntamento/culto reúne diferentes membros que - independente de sua maior ou menor consideração - são indispensáveis ao corpo, de extrema importância para o corpo. Pois Deus deu a cada um deles segundo quis dons e graça, doutrina e profecia. 

Exatamente como a ilustração da igreja como sendo um corpo, feita pelo mesmo apóstolo.


Considere que nenhuma das expressões acima (salmo, doutrina, revelação, língua, interpretação) são e nem podem ser interpretadas como algo do homem para Deus. Pois refletem justamente o inverso, uma ação de Deus para o homem.

Isso já confirme o que dissemos no inicio desse artigo, no culto nós recebemos muito mais de Deus do que podemos entregar/retribuir. De tal maneira que se você participa de um culto/reunião para "agradar a Deus", "fazer a sua parte com Deus", "marcar o ponto do céu", está tentando cumprir uma missão impossível  (Sim nós devemos e precisamos ir ao culto em nossas congregações/igrejas). Mas impossível retribuir mesmo com o coração mais sincero o amor de Deus por nós. Pois cada vez que pensamos em retribuir-lhe, ele faz com que mais graças de seu maravilhoso amor se derramem sobre nossa vida.



Faça-se tudo para edificação.

Essa pluralidade de dons e ministérios, e a distribuição dessas ferramentas espirituais ao coletivo, ou seja, cada um tem algo recebido pelo Espirito de Deus, e por via de regra uma pessoa não recebe todos os dons/ministérios (quando ver pessoas dizendo possuir todos os dons, desconfie), fazendo assim de todos grandes e pequenos, fundamentais para o reino.

Mas isso tudo mostra também, que Deus deseja utilizar "homens para falar com homens", isto é, se eu preciso de exortação o culto é a oportunidade para que Deus me exorte, por meio do meu irmão. E devemos ser humildes a ponto de aceitar que esse é o meio pelo qual Deus está edificando e aperfeiçoando sua "noiva" a Igreja.

A igreja é muitas vezes representada como um edificio/uma construção que está em onstante crescimento/desenvolvimento. Cujo o responsável é o Senhor Jesus mediante seu Santo Espirito. E que será apresentada a Deus Pai como uma obra perfeita, sem ruga, sem mancha, sem macula. Pura e Santa em Cristo Jesus. O culto é o meio pelo qual constante o Senhor da igreja a edifica, no sentido claro Ele a prepara, a limpa, a santifica, a aperfeiçoa.  

Certamente a igreja não é perfeita, os crentes não são perfeitos, ser santo segundo o novo testamento está longe de ser perfeito. Mas estamos nas mãos do artífice, arquiteto e construtor supremo, que utilizando das ferramentas que lhe aprazem: homens, anjos, sinais , prodígios, etc. Aperfeiçoa dia a dia aqueles que ele mesmo comprou com seu sangue para o PAI. Ainda não, mas em breve o seremos, e então estaremos com Jesus para sempre. Amem!

 O propósito de um culto é a edificação da igreja. Onde seus membros em comunhão, edificam um ao outro, mediante a graça que lhes foi concedida, para exortação, consolação, ensinamento, encorajamento e fortalecimento do crente em Jesus Cristo. Em fé, amor e paz. 

E quando isso acontece, Deus é glorificado. Pois toda a glória lhe pertence. Pelos séculos dos séculos. Amém!



Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.
1 Coríntios 14:26